Tenha o Novembro que quiser ter!

Que sobre bons sentimentos. Falte egoísmo. Transborde paciência. Que o olhar seja de esperança nos momentos ruins e de gratidão nos momentos bons. Que não falte entusiasmo. Que valorizemos as novas amizades e reconheçamos as antigas. Que nas encruzilhadas saibamos escolher o melhor caminho. Nas escolhas, boas surpresas. Que tenhamos sensibilidade para notar e copiar as boas ações. Fé, sempre. Atitudes positivas. Riso frouxo.

O ciclo da auto-sabotagem – Por que repetimos atitudes que destroem nossos relacionamentos e nos fazem sofrer

Por meio de histórias reais, os autores mostram como episódios traumáticos – a separação dos pais na infância ou término conturbado de um relacionamento, por exemplo – podem criar dilemas inconscientes que acabam nos fazendo agir contra nós mesmos. O resultado é um ciclo de autodestruição que afeta as relações pessoais e profissionais.